Em Qual Idioma?

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Pesquisar...

.

22 fevereiro 2010

Meu Norte, Minha Loucura




 






          Ás vezes, acho que sou mesmo, uma louca, fico sonhando, divagando, imaginando, o meu amor, o meu sonho. Em uma época em que transar é confundido com amar, eu me permito,sonhar...
Sonho com alguém que me faça esperar ansiosa a noite chegar, alguém que me faça esvaziar o guarda-roupa, achando que nada vai me deixar bonita o suficiente para ele; alguém que me leve à volta e meia olhar a caixa de e-mails, só para ver se há mensagens dele. Alguém que faça com que eu, atropele meus horários, para ir ao cabelereiro, manicure, pedicure, massagista...e também comprar uma roupa nova. Tudo por ele.
Um alguém que me faça deitar no sofá e olhar para o teto como em estado de letargia, e nem perceber que estou atrasadíssima para o trabalho, aquela pessoa especial, que vai fazer com que eu fique o dia inteiro ouvindo música, e por isso, não vou prestar atenção na campainha, no telefone, no timer do forno avisando que o assado está pronto, e que,  fatalmente vai queimar...
Quero o alguém que vai me fazer fuçar os livros de receitas, só para agradá-lo mais ainda, e mesmo que tenha ficado horrível, vai dizer: ”Meu amor, que delícia!”. Esse alguém vai me fazer andar de mãos dadas, como adolescente, e também vai me fazer tricotar que nem a vovó, um lindo suéter.
Quero que ele me faça tremer, só de lembrar do seu beijo, faça meu corpo vibrar cada vez que sentir seu cheiro. Alguém que me leve pra dançar, e que se deixe seduzir pela minha dança, alguém que morda os lábios quando quiser fazer amor comigo, mas estivermos em público. Ele tem que me fazer sentir ciúme, naturalmente, só por ser meu amor. Que eu possa chegar próximo ao seu ouvido e sussurrar: "Em casa nós conversaremos!". Alguém que, por sua vez, siga os meus movimentos com os olhos, com medo de me perder, e que também morra de ciúmes, daquele velho amigo dos tempos da faculdade. Alguém que diga com orgulho: ”Essa mulher é minha!”
Quero alguém que precise do meu colo, e o procure, sem machismo; que deite-se nele e chore como criança magoada, sentindo-se seguro e protegido em meus braços. Quero um alguém que eu possa ligar pra perguntar: "Já almoçou?"..."Levou o suéter?..."Voce está bem?"...ou então só para dizer...”Eu te amo!”.
Quero alguém que me diga o que fazer como se fosse meu patrão, e eu de um jeito engraçado responda: "Sim Senhor!", momento finalizado com uma bela gargalhada de ambas as partes...Que ele, queira ser seduzido pelas minhas pernas, minha boca, meus seios...enfim, pelo meu amor; que consiga perceber em mim a fêmea, e que durante aquela briguinha de casal, ele perceba que eu quero ser jogada na cama e calada com um beijo, e em seguida, faça minha voz ser ouvida, em forma de gemidos. Alguém que saiba se despir somente para mim, para os meus olhos, para o  meu desejo e de mais ninguém.
Alguém que eu possa sempre incentivar à buscar mais, à ser o profissional do ano...Alguém que ligue insistentemente para o meu celular, em meio ao caos do trânsito para dizer... que está morrendo de saudade. Alguém que entre em casa como um “louco varrido”, e me pegue no colo, alguém que me faça surpresas, e que me deixe surpreendê-lo também...
Alguém para somar alegrias e dividir tristezas. Alguém que admire minha inteligência e que me deixe incentivá-lo à aprender. Alguém para dormir em conchinha, bem agarradinho, cuidar das suas febres, das suas dores, dos seus desencantos. Alguém que brinque comigo que nem criança; alguém que ao me ver sair do mar, me chame de sereia, porque eu, ao vê-lo suado e sem camisa, com certeza vou chamá-lo de gostoso. Alguém que me deixe sentar na arquibancada para assisti-lo jogar o futebol de domingo e que não me diga: ”Isso é coisa para homem!”. Que ele queira a minha presença...sempre. Quero alguém que só de pensar na possibilidade de me perder, entre em pânico, quero que ele sim, me faça perder a cabeça, cometer loucuras, alguém que viaje comigo do amor terno e sensual, ao sexo selvagem...enfim, quero acordar pela manhã e sentir, que ao meu lado, não há desencanto ou solidão...
O que existe, é o olhar radiante de uma mulher, por ter encontrado...o seu Amor.


È...eu não "estou" louca...eu "sou" irremediavelmente louca!!!

 




Khalit Sabanur

0 Comentários:

Postar um comentário