Em Qual Idioma?

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Pesquisar...

.

25 março 2010

Mantra De Amor





 







Essa noite, eu sonhei...

Sonhei o ouvir divino
de um mantra entoado
que me fazia chama.
Sonhei com o encontrar
pelas estrelas cantado
predestinado...

Sonhei a espera doída
a chegada chorada
tal fonte brotada da rocha.
Sonhei o abraço infinito
e o tempo parado
abandonado...

Sonhei o silêncio audível
no grito de dois
a ausência do verbo.
Sonhei pensamentos invasivos
aríetes, desaforados
despudorados...

Sonhei o beijo de saudade
em bocas que se reconhecem
sôfregas da outra saliva.
Sonhei árabes almofadas
corpos envoltos,
jogados, largados...

Sonhei as mãos cúmplices
viajantes do espelho
acendendo fogo eterno.
Sonhei a fervura das entranhas
qual lava de vulcão
seiva em explosão...

Sonhei bocas entreabertas
por oxigênio escasso
saboreando a pele.
Sonhei a língua infame
chicoteando a carne
vibrante, latejante...

Sonhei corpos prisioneiros
na tortura lasciva
do palmo a palmo.
Sonhei as narinas invadidas
pela luxúria infernal
o cheiro animal...

Sonhei o olhar no olhar
desesperados de prazer
exigindo sua metade.
Sonhei o gozo encharcado
em um dueto gritado
nos lençóis marcado...

Sonhei, sonhei, sonhei...
depois minha alma
te beijou mais uma vez
preguiçosamente, e aí sim
abraçada ao teu corpo...adormeci.





Khalit Sabanur

0 Comentários:

Postar um comentário