Em Qual Idioma?

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Pesquisar...

.

16 março 2010

Lendas de Espanha











"O jardim floresce...

Flores semeadas em dias passados
Desabrocham em vivas cores
E bailam ao sabor do vento
Como que em suave
E emocionante balé...
 
A terra que as acolhe
Como berço antigo
Não guarda mais
A cor rubra do sangue
Derramado pela guerra...
 
O adubo que as alimenta
Distribuindo por bordadas pétalas
O viço necessário à beleza
Não é mais oriundo
Das baias castelãs...
 
O céu que as cobre
Suave e eternamente
Com o cuidadoso olhar paternal
Não é mais 
O céu de Espanha...
 
Quem as observa
Em divino relembrar
Não é mais a Gitana
Com adagas à cinta
Aguardando nas terras altas...
 
O som que as embala
Na perfeita harmonia
Do compasso uníssono
Não é mais o resfolegar
Dos cavalos árabes...
 
O mar que as salitra
Em gotículas viajantes
Nascidas da força
Arrebentada em rochedo
Não é mais Mediterrâneo...
 
O farol que as iluminava
Assentado sobre Gerión
Não mais reaviva suas cores
Em noite escura
Transmutou-se em poesia...
 
A mão que as colhe
Transformando-as em adornos
De negros cabelos
Não é mais
Calejada pela cimitarra...
 
O nascer do astro-rei
Não traz mais
A melancólica saudade
A tortura da espera
...ou o grito de dor."





Khalit Sabanur

1 Comentários:

Cristiana Fonseca

Olá Khalit,
Seja bem vinda ao meu blog, obrigada pela doce visita e pelas palavras gentis.
O teu blog é que merece a palavra divino, teu poema é encantador, sublime.
A imagem ilustrativa é perfeita.
Lindo blog.
Beijos,
Cris

Postar um comentário