Em Qual Idioma?

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Pesquisar...

.

04 março 2010

Dance-me










"Hoje eu quero paz
Paz no sorriso de criança
Paz de doce abandono

Não quero holofotes, nem baladas
Quero o som da vida, natureza na janela
O mundo em meu colo

Hoje não quero ontem
Quero luz na escuridão
Arco-íris com chuva

Sem remetentes, sem endereços
Quero o Olimpo e o Valhalla
O pássaro pousado em minha mão

Hoje é o sabor do amanhã
Quero o livro e a pena
O interlúdio silencioso da plenitude

Nada adequado, ou previsível
Quero o que não conheço
A delícia invasora do profano

Hoje não quero identidades, nem rótulos
Quero gente despida do vazio
O corpo perdido ao se encontrar no olhar

Sem Matemática, sem cálculos
Quero navegar em abismos profundos
Em fascinante Geografia da alma

Hoje sou La Vie'en Rose
Em trinados de sorrisos fartos
Sou inebriante perfume de Château Lafite

Tampouco quero raciocínio, ou lógica
Quero dúvidas dissipadas
Daquele que se aconchega em meu peito
 
Hoje é plataforma de embarque
Quero a despedida do medo
O sorrir dos olhos cerrados

Nada de seres plastificados, bombados, embalados
Quero a beleza da plástica imperfeita
A indispensável essência do verbo ser

 

Hoje só quero que meu menino
Dance-me até o fim do amor

Hoje eu só quero
Traduzi-lo... Feliz"




Khalit Sabanur

0 Comentários:

Postar um comentário