Em Qual Idioma?

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Pesquisar...

.

04 abril 2010

Chamas e Vinhos









"Por que me chamas?
Não vês que danço?
Entre chamas e vinhos...
Não vês?
Sou o tremular do fogo
A essência da noite
O pó da estrada
Não grites o que não podes ver
Silencia no meu olhar
Olha o meu silenciar
Entre sorrisos e música
Segue meus pés descalços
Que desenham a tua melodia
Sem pauta...
A rabeca me conhece
Tão melhor do que pensas
Sabe que sou o tempo, o vento
O perfume da flor
E o cheiro da fêmea
Sorri de volta o meu sorriso
Antes de findar a noite
Tua sorte está lançada
Entre dados e saboroso run
Acerca-te da fogueira
Marca com palmas a tua sina...
Respira a negritude
Em meus cabelos
Sou a Luz
Invasora e reveladora
Sou a roda em minha bandeira
Infinita e atemporal
Sou o ranger e a tenda
Não me dividas
Ou me tomas
Ou te afasta
Faz-me retornar ao berço
Entrega-me à pátria de mim
Sou o sagrado
Muito além do coração profano...
Sou a que ama a vida
Nas asas do pássaro
Ou no uivo do lobo
Emano a doçura de um colibri
Ou a ferocidade do tigre
Sigo o Verbo
Mas empunho adagas
Navego em águas tortuosas
Assim como
Guerreio pelo Amor
Sou Cigana
Nascida no chão
Para melhor ...olhar as estrelas!"






Khalit Sabanur 

0 Comentários:

Postar um comentário